Gal Costa regressa a Portugal para concertos em Lisboa e no Porto

A artista apresenta o seu mais recente álbum "A Pele do Futuro". Ganhe convites com a M80!!
partilhar

Porto - Casa da Música – 23 de Janeiro

Lisboa - Coliseu dos Recreios – 25 de Janeiro 

 

Inspirado pela black music dos anos 70, o novo álbum de Gal Costa tem canções inéditas de Gilberto Gil, Guilherme Arantes, Adriana Calcanhotto, Emicida, Djavan, Hyldon, Nando Reis, Erasmo Carlos, Silva, Jorge Mautner e participações especiais das cantoras Maria Bethânia e Marília Mendonça.

No palco, a cantora apresenta músicas inéditas do novo trabalho, como "Palavras no Corpo" (Silva/Omar Salomão) e "Sublime" (Dani Black), e ainda outras escritas por Gilberto Gil, Djavan, Adriana Calcanhotto, Nando Reis, Jorge Mautner e Marilia Mendonça, entre outros nomes das mais variadas gerações.

A artista mostra, também, novas versões para seus maiores sucessos em 53 anos de carreira, como "Sua Estupidez" (Roberto e Erasmo Carlos), "Oração de Mãe Menininha" (Dorival Caymmi) e "Festa do Interior" (Moraes Moreira e Abel Silva).

Assim como aconteceu com o respectivo álbum, a direção geral do espetáculo ficou sob a responsabilidade de Marcus Preto. A direção musical é de Pupillo, que recrutou uma banda de músicos jovens: Pupillo (bateria), Chicão (teclado), Pedro Sá (guitarra), Lucas Martins (baixo) e Hugo Hori (sax e flauta). O cenário é de Omar Salmoão, filho do poeta Waly Salomão (1943 - 2003), que dirigiu Gal no histórico show Fatal (1970).

Apesar de ultrapasssar mais de meio século de carreira e ter o seu lugar garantido entre os maiores nomes da história da cultura brasileira, Gal Costa nunca se acomodou às certezas conquistadas. Pelo contrário, foi e voltou no tempo muitas vezes, vasculhando na própria história qual das suas cicatrizes poderia contribuir melhor para a tradução daquele exato instante: o presente.

Neste disco, ela aprofundou essa investigação. "A Pele do Futuro" é, portanto, um álbum em que se fazem presentes e performers as "galcostas" de todos os tempos. Tão variadas quanto exuberantes: fatais, legais, índias, tropicais, profanas, plurais, estratosféricas. De ontem, hoje e de sempre.

 

Passatempo M80

Ganhe convites para os concertos de Gal Costa

Preencha os seguintes dados, por favor:
Por favor, faça a conta abaixo.

Recomendamos