Os filmes que fazem 20 anos em 2019

Tal como os clássicos da música, existem clássicos de cinema que nos marcaram de alguma forma. Alguns deles já fazem 20 anos!
partilhar

Há 20 anos eram estas as novidades no mundo do cinema!

 

American Beauty | Beleza Americana. Trata-se do 1º filme dirigido por Sam Mendes que, na época, se tornou polémico. O nome do filme é um tipo de rosa muito cultivada nos Estados Unidos que apresenta uma peculiaridade: não possui espinhos nem cheiro, sendo considerada uma metáfora sobre o vazio do americano comum. O filme ganhou 5 Óscares e 6 prémios BAFTA, incluindo o prémio de melhor filme, melhor realizador e melhor ator/atriz. Venceu ainda 3 Globos de Ouro nas categorias de melhor filme, melhor realizador e melhor argumento.

 

 

 

 

 

Notting Hill. Foi nomeado para 3 Globos de Ouro para melhor filme, melhor ator e melhor atriz, na categorias de comédia. O filme ocorre em Notting Hill onde existem lugares reais que ficaram marcados: a porta azul da casa de Will (Hugh Grant), que na realidade pertenceu ao escritor do filme Richard Curtis, e a livraria "The Travel Bookshop", na qual Will trabalhava, que fechou as portas em 2011 depois de funcionar por 32 anos.

 

 

 

 

Cruel Intentions | Estranhas Ligações. A trama inspirada no romance "Les Liaisons Dangereuses" (1782) agitou os adolecentes da época. Um sucesso que ganhou 2 MTV Movie Awards foi considerado o melhor filme na categoria de Drama nos Teen Choice Awards, um Golden Slate e ainda um Blockbuster Entertainment Award.

 

 

 

 

The Blair Witch Project | O Projeto Blair Witch. Um filme de baixo orçamento gravado em apenas 8 dias que se tornou num sucesso de bilheteira. Uma narrativa que aparenta basear-se em factos reais. Uma das estratégias de marketing do filme foi tornar o desaparecimento dos estudantes plausível, com a utilização dos mesmos nomes dos atores para os personagens, a afirmação de que os atores estavam supostamente mortos e a exclusão deles em eventos do filme e cinemas, fazendo com que os seus familiares recebessem chamadas a dar os sentimentos. 

 

 

 

 

Fight Club | Clube de Combate. Baseado no livro "Fight Club" (1996) e escrito por Chuck Palahniuk, o filme foi considerado um dos mais controversos do ano. Apesar disso, tornou-se num sucesso e num clássico. Uma das cenas do filme, onde Edward Norton dá um soco a Brad Pitt no ouvido, foi real e bastante dolorosa para o ator. A atriz Helena Bonham Carter venceu ainda o Empire Award na categoria de melhor atriz britânica.

 

 

 

 

American Pie | American Pie - A Primeira Vez. Quem não conhece a série de filmes American Pie? É difícil de acreditar que o primeiro filme já foi lançado há 20 anos e que acompanhou gerações de adolescentes até aos dias de hoje. O filme foi inspirado nos dias que Adam Herz passou na escola no Michigan. Foi um sucesso de bilheteira e variados prémios: Bogey Awards Platinum, Golden Slate Award para melhor filme adolescente, Blockbuster Entertainment Award e ainda o Young Hollywood Awards para o melhor elenco e melhor banda sonora.

 

 

 

 

10 Things I Hate About You | 10 Coisas Que Odeio Em Ti. Um filme foi inspirado em "The Taming of the Shrew" ("A Fera Amansada"), de Shakespeare, cujo título foi inspirado na vida de uma das argumentistas que encontrou no seu diário uma lista de coisas que odiava no seu namorado da época. Ganhou um MTV Movie Award para a revelação femina da atriz Julia Stiles.

 

 

 

Matrix. Um dos melhores exemplos no que toca a filmes de ficção científica ganhou 4 Óscares nas categorias de melhor edição, melhores efeitos sonoros, melhores efeitos especiais e melhor som. A juntar à lista de prémios temos ainda os prémios BAFTA nas categorias de melhor realização em efeitos especiais e melhor som. Johnny Depp foi a primeira escolha para o papel de Neo, mas a Warner Bros. Insistiu para escolherem Keanu Reeves depois de Will Smith, Nicolas Cage, Brad Pitt e Val Kilmer recusarem o papel. Todas as cenas que acontecem dentro da Matrix apresentam uma tonalidade verde para parecer que as personagens estavam dentro de um ecrã de um computador.

 

 

 

Recomendamos