Made In China

Peguei em dois amigos e partimos à aventura: estive praticamente um mês na China!
Por: Gonçalo Câmara

Roteiro:

Pequim - PingYao - MianShan - Xi'an - HuaShan - Terrakota Warriors - Lanzhou - Langmusi - Zanghye - Gansu Moutains - Zongwei - Inner Mongolia Desert - Xinning - Tongren - Chaka - Xinning - Lanzhou - Pequim

 

 

Estive praticamente um mês na China, mas sempre quis ter uma perspectiva diferente deste completo país. Não queria conhecer apenas as cidades e ficar-me pelas coisas turísticas. Quis conhecer uma China mais interior, mais rural, mais genuína. E consegui. 

Peguei em dois amigos e partimos à aventura. Chegámos a Pequim, ficámos quatro dias a recarregar baterias e depois rasgámos o país ao meio de comboio aproveitando tudo e mais alguma coisa. Deu para tudo. A China é quase um continente e oferece muito: cultura, natureza, pessoas. Deu para conhecer um pouco da comunidade tibetana e mongol, completamente distinta da cultura chinesa propriamente dita. 

 

 

Deu para conhecer o deserto, para dormir no seu silêncio; deu para conhecer a montanha e tentar entender os seus segredos, deu para comer o melhor que a China tem; deu para provar chá, para conhecer outros turistas e para compreender outras religiões. Um dos maiores obstáculos terá sido, talvez, a própria comunicação. Muito poucos falam inglês e o nosso mandarim é quase nulo. Mas a linguagem gestual, acompanhada de alguma ajuda tecnológica dos tradutores, ajudou a que conseguíssemos entender-nos. Foi um mês muito bem passado. 

Quanto mais viajo, mais quero viajar. E acima de tudo, o mais importante: as pessoas. É tão bom saber que existem pessoas diferentes, com opiniões diferentes, com maneiras diferentes de comunicar, mas que no fundo, são exactamente iguais a nós. Têm os mesmos medos, também se levantam de manhã para trabalhar e também se apaixonam. É transversal. 

 

Recomendamos