Presidente da República passa Natal junto de crianças com cancro do hospital do Porto

O presidente da Acreditar considerou indigno que as crianças passem o Natal em contentores e pediu ajuda a Marcelo Rebelo de Sousa.
15 dez 2018
Redação / Agência Lusa
Atualidade

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou hoje que vai passar o dia de Natal junto das crianças com cancro internadas no Hospital de São João, no Porto.

Desta forma, Marcelo Rebelo de Sousa respondeu ao pedido que o presidente da Acreditar - Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro, João Bragança, lhe fez em Coimbra para que interceda a fim de as crianças com cancro acolhidas na ala pediátrica daquele hospital não passem o Natal em "contentores indignos".

Ao intervir na festa de Natal da Acreditar, realizada no auditório do Convento São Francisco, em Coimbra, João Bragança disse que essa seria "a melhor prenda de Natal" para aqueles doentes.

No final do programa, o Presidente da República afirmou aos jornalistas que a sua presença no Hospital de São João, no dia 25, "é apenas simbólica" e para dizer aos portugueses, em especial às famílias dos meninos e meninas com problemas oncológicos, que o assunto "não está esquecido".

Marcelo Rebelo de Sousa explicou que a sua agenda da celebração natalícia passou a incluir a ida ao Porto depois de, na tarde de hoje, o presidente da Acreditar lhe ter dirigido o apelo público para que intervenha no processo.

"As pessoas olham para essa realidade com muita ansiedade" e perguntam: "Isso vai demorar quanto tempo?", acrescentou.

O Presidente da República frisou que "a tramitação burocrática atira para 2019 o início do processo jurídico" que deverá assegurar uma alternativa para acolher aquelas crianças.

"Há verba, há vontade política e há decisão tomada" nesse sentido, sublinhou.

Marcelo Rebelo de Sousa disse ter "alterado um pouco" o seu programa de Natal para poder passar o dia no hospital do Porto.

 

Mais Notícias