Costa lamenta morte de equipa do INEM

Primeiro-ministro garante que serão apuradas causas de acidente com helicóptero.
16 dez 2018
Agência Lusa
Atualidade
LUSA

O primeiro-ministro, António Costa, manifestou hoje pesar pela morte de quatro pessoas na sequência da queda de um helicóptero do INEM no regresso de uma missão de transporte de doentes.

“Quero naturalmente apresentar às famílias e amigos as mais sentidas condolências e dirigir uma palavra de solidariedade para todos aqueles que trabalham no Instituto Nacional de Emergência Médica e que prestam um serviço inestimável aos portugueses”, afirmou.

Em declarações à Lusa em Abu Dabi, António Costa disse que no momento próprio serão apuradas “as causas deste acidente”, frisando que “neste momento” é prematuro falar sobre as razões.

António Costa acrescentou que o secretário de Estado da Proteção Civil e a secretária de Estado da Saúde “têm estado no local a acompanhar as operações de busca do helicóptero e de resgate das vítimas” e que “a ministra da Saúde está a chegar ao local”.

O acidente vitimou toda a equipa do INEM, o médico, uma enfermeira, o piloto e o co-piloto, que regressavam de uma missão de transporte de doentes para o Hospital de Santo António, no Porto.

Mais Notícias