Atualidade

FFF: futebol, festival e Fátima

13 de maio vai ser avassalador. A culpa é do Benfica, de Salvador Sobral e do Papa. Os três casos envolvem a palavra estrela.

12 de maio de 2017 às 10:15 por Gonçalo Palma

O 13 de maio ainda é o que era. Se calhar, nunca foi tão avassalador como este. O centenário das aparições em Fátima na presença do Papa? Benfica a caminho de um inédito tetra? Salvador Sobral na iminência de mais um brilharete no Festival da Eurovisão? Tudo a 13 de maio? Os três F (futebol, fado e Fátima) de outros tempos reganham força em 2017, só com uma pequena substituição musical. Os portugueses vão voltar a estar bem entretidos neste sábado, com vários tipos de emoções ao rubro, de manhã, ao final da tarde ou à noite. Assim não se perde pitada.

F de Fátima (a partir das 9h10)
É a sexta vez que um Papa vem ao Santuário de Fátima - depois das visitas de Paulo VI (1967), do bem mariano João Paulo II (1982, 1991 e 2000) e de Bento XVI (2010). O Papa Francisco nunca tinha pisado solo nacional e vai restringir a sua visita de menos de 24 horas aos pontos de peregrinação, dispensando as mordomias normais a que tem direito um Chefe de Estado. Jorge Bergoglio (o nome do Papa) vai condecorar o Santuário de Fátima com a terceira Rosa de Ouro - o reconhecimento do Vaticano por serviços à igreja católica. E vai canonizar os pastorinhos videntes Jacinta e Francisco. Depois da chegada hoje à Base Aérea de Monte Real (próximo de Fátima), às 16h20, a que se seguem um encontro com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ou a saudação aos peregrinos, o programa de 13 de maio começa logo às 9h10 com um encontro do Papa com o primeiro-ministro português, António Costa. Às 9h40, o Papa visita a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, onde estão sepultados os Pastorinhos de Fátima. Logo a seguir, o Papa Francisco preside à missa no Santuário. Às 15h00, na Base Aérea de Monte Real, o Sumo Pontífice parte de volta para Roma.   

F de futebol (às 18h15)
Se ganhar este sábado ao Vitória de Guimarães (jogo às 18h15), o Benfica conquista o inédito tetracampeonato. Nesse caso, o país vermelho sairá para a rua: rumo ao 36, à Rotunda do Marquês de Pombal (Lisboa), à Rotunda da Boavista (Porto) e às muitas dezenas de praças principais pelo país fora. Para os antipatizantes do Benfica, milagre será a equipa de Rui Vitória não ser campeã, o que implicaria uma derrota e um empate nos jogos que faltam e as vitórias do FC Porto nos dois jogos que faltam. Para alguns analistas, milagre tem sido a sorte recorrente do Benfica ao longo da época 2016-17. Aquele golo no último minuto do central argentino Lisandro Lopez no Dragão, a valer um empate impensável depois de uma exibição mais extravagante do FC Porto. A derrota do dominador Sporting na Luz depois de uma segunda-parte muito ameaçadora da equipa de Jorge Jesus - mas insuficiente para a reviravolta. Mitroglou a inventar golos decisivos quando as oportunidades não surgiam. E os postes amigos a salvar o Benfica de desfeitas ¿ basta lembrarmo-nos dos últimos dois jogos, frente ao Estoril e ao Rio Ave. Estrelinha de campeão?

F de festival (às 20h00)
Nunca neste milénio um representante nacional do Festival da Eurovisão foi tão badalado como Salvador Sobral. Não cresceu a ver o Festival da Canção mas parece estar a tirar prazer desta campanha festivaleira com `Amar pelos Dois¿, escrito pela irmã Luísa. Destaca-se por ser diferente dos restantes concorrentes. Tem em mãos uma balada orquestrada que contrasta com a supremacia da pop eletrónica na Eurovisão. E prescinde da opção recorrente da língua inglesa. Há quem lhe peça a improvável vitória no Festival da Eurovisão ou, os menos ambiciosos, o melhor resultado nacional de sempre do nosso país (porque o melhor de Portugal é apenas um 6º lugar de Lúcia Moniz na edição de 1996). Mas, tal como Salvador Sobral nos disse em entrevista, "a minha única ambição é que as pessoas tenham a sensibilidade para conseguir perceber a canção". Com ou sem vitória da Eurovisão, o crescimento de Salvador Sobral passa a ser inclinado. Para o estrelato.

 


Mais Noticias