Atualidade

Comissão Europeia reforça combate ao fogo em Portugal

Bruxelas já enviou sete aviões e mais de 100 bombeiros para ajudar no combate às chamas.

19 de junho de 2017 às 12:18 por Agência Lusa
LUSA

A Comissão Europeia respondeu a todos os pedidos feitos pelo Governo português tendo sido enviados já sete aviões e mais de 100 bombeiros para ajudar a combater os fogos que fizeram pelo menos 62 mortos, no domingo.

"Foram enviados sete aeronaves de combate a incêndios de França, Itália e Espanha, mais de 100 bombeiros de Espanha e o sistema de satélite europeu Copérnico está a enviar mapas de avaliação de danos às autoridades", disse na conferência de imprensa diária o porta-voz Carlos Martín.

"O Mecanismo de Proteção Civil da UE é ativado sob pedido", esclareceu ainda, salientando que foram atendidos "todos os pedidos que foram feitos por Portugal", tendo ainda sido enviado para o terreno" um oficial de ligação do Centro de Coordenação de Resposta de Emergência" da Comissão Europeia, para ajudar na coordenação das propostas de assistência.

"Estamos totalmente disponíveis para ajudar" sublinhou.

O fogo, que deflagrou na tarde de sábado, em Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, alastrou depois aos concelhos vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria, e entrou também no distrito de Castelo Branco, pelo concelho da Sertã.

O último balanço dá conta de 62 mortos civis e 62 feridos, dois deles em estado grave. Entre os operacionais, registam-se dez feridos, quatro em estado grave. Há ainda dezenas de deslocados, estando por calcular o número de casas e viaturas destruídas.

O Governo decretou três dias de luto nacional, até terça-feira. 


Mais Noticias