Atualidade

Região de Lisboa reforça meios para o pico da gripe

A ARS Lisboa e Vale do Tejo garante que os planos de contingência estão preparados.

07 de dezembro de 2017 às 12:06 por Redação

A Admnistração de Saúde e Vale do Tejo (ARSLVT) garante que os serviços de saúde da região estão preparados para o pico da gripe.

Os planos de contingência estão a ser delineados há vários meses para garantir a articulação entre hospitais, centros de saúde e Cuidados Continuados.

O vice-presidente da ARSLVT, Luís Pisco, diz que, sobretudo, nos cuidados de saúde primários estão já a ser colocados enfermeiros. O responsável garante ainda que o número de médicos também pode ser reforçado em breve e "conforme as necessidades".

 


 

O presidente da ARS Lisboa e Vale do Tejo sublinha, no entanto, que a primeira medida passa pela prevenção.

Luis Pisco diz que o objetivo é aumentar a vacinação contra a gripe e este ano já se vacinaram mais 22 mil pessoas do que no ano passado.

 

 

Para evitar o caos nas urgências, Luis Pisco pede aos utentes que contactem o SNS 24.

 

 

 


Mais Noticias