Mudar de Casa. Saímos três, entramos seis.

Mudar de casa por vezes é uma dor de cabeça... principalmente no que toca a... tralha!!!
Por: Paulo Fernandes
partilhar


Não que tenha uma vasta experiência, mas já é a terceira vez que mudo de casa. Vezes suficientes para começar só a ver o copo meio cheio.

O que vem logo à cabeça? A oportunidade única para se desfazer de uma vez por todas de tralha. Tra-lha. Aquela coisa que tem aos montes em casa, mas que insiste em guardar quando na verdade já não serve para rigorosamente nada. "Guarda porque um dia vai dar jeito" – já lá vão dez anos e eu nunca usei aquele leitor VHS!

No meu caso é um regresso a uma casa onde já fui feliz, só que agora com a família maior. Saímos três, entramos seis. Como a vida e a família mudaram, a própria decoração da casa vai mudar! Uma casa nova! Boa! Mais uma vantagem! É desta também que finalmente arranjo aquelas pequenas coisas que durante anos empurrei com a barriga!!! As torneiras da casa de banho, o chuveiro, os armários vão dar trabalho a mudar, mas nada como uma casa de banho nova!

Voltar ao condomínio onde deixei bons amigos e vizinhos e agora com mais miudagem para se juntar à galhofa.
Menos espaço para arrumação, é um facto, mas, adivinhe: menos tralha para guardar!

"Ah e coiso e tal ter que empacotar e arrumar tudo.....". Não é tudo!! Grande parte das coisas conseguem-se vender na net! Até copos vendi!!!!! A outra parte encare como… ser do fitness!


Só para terminar… convenhamos que o mercado de arrendamento está assustador: ou não há casas porreiras em sítios porreiros, ou as que há… caras! Muito caras!

Recomendamos