Afinal as canções tristes podem melhorar o humor

As baladas que tanto gosta de ouvir na M80 podem curar um coração partido. Eu explico-lhe porquê.
Por: Paula Fialho
partilhar

Um estudo realizado pela Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, confirma que ouvir os chamados  "hits melosos", modifica a química do cérebro e ajuda a ultrapassar mais rapidamente as dores de "coração".

David Huron, professor responsável pela descoberta, garante que, ao ouvir uma balada, a nossa mente produz mais prolactina, uma hormona que colabora na redução de sensações de desconforto e angústia.

Em Berlim, na Alemanha, foi realizada uma outra pesquisa cujo resultado nos ajuda a entender a razão pela qual nos deixamos atrair por músicas melancólicas. Uma equipa de psicólogos reuniu 772 pessoas, que preencheram um questionário onde tinham que reportar o número de vezes que costumavam ouvir esse tipo de música e como se sentiam depois disso.

Descobriram então que 76% se sentiam mais nostálgicos e 57% mais tranquilos, já para não falar de uma série de outras emoções complexas e parcialmente positivas que estas músicas despertavam, tais como a paz e o carinho.

O neurocientista canadiano, Robert Zatorre, constatou através de outro estudo, que este tipo de canções também aumentam a dopamina no cérebro, substância que tem efeitos semelhantes com a satisfação que retiramos do ato comer ou de fazer outras coisas igualmente prazerosas.

Após observar alguns dos envolvidos neste estudo, o especialista reparou que quanto mais se arrepiavam com os acordes melancólicos, mais dopamina era libertada nos seus corpos.
E eis a razão de gostarmos tanto de repetir a mesma música várias vezes!

E para si, qual é sua balada preferida?

Recomendamos