Turismo de aldeia na Serra

Eis um óptimo destino para um fim-de-semana, ou até férias, em família...
Por: Ana Carreira
partilhar

Tranquilidade, paz, natureza e a descoberta de grandes e pequenas histórias. Turismo de aldeia está, literalmente, entre a aldeia e a natureza. Já ouviu falar? 

Eu cá tinha de viver esta experiência, nem que fosse por um fim-de-semana. Desta vez, troquei a neve da Serra da Estrela por uma escapada rural que tivesse, não só o puro contacto com a natureza, mas também a riqueza das histórias das pessoas resilientes e autênticas, que cada vez mais aprecio. 

Encontrei ali, em Travancinha, tudo isto e muito mais. 

Falo-lhe do Chão do Rio, uma green farm sustentável entre Seia e Oliveira do Hospital, no sopé da Serra, uma zona muito afetada pelos incêndios de há dois anos, e que se tem reerguido um bocadinho todos os dias. E nem imagina como! Com histórias de heróis de carne e osso pelo meio, como o caso do senhor Fernando Garcia, o pastor, que logo após o fogo já procurava alimento para as suas ovelhas. Não consegui encostar o carro a tempo de o apanhar, como sempre faço quando vejo pastores, (devem achar que sou maluquinha) mas soube da sua história. "Não me esqueço que logo a seguir ao fogo, o sr. Fernando já andava no seu trator à procura de terra para as suas ovelhas. É um dos nossos Viriatos", contou-me Catarina Vieira, a criadora deste projecto único que já tem carimbo de certificação sustentável, atribuído pela UNESCO e que tem tudo para se tornar uma experiência inesquecível. 

Desde o pôr-do-sol ao embalo das rãs e cigarras no cair da noite, há tantas razões para apetecer ficar. Conhecer a Floresta do Futuro, por exemplo, é apenas um dos muitos sinais de esperança que vai levar para casa. "É o nosso grande projecto de floresta autóctone que plantámos a seguir aos fogos e que faz esse alerta de protecção da biodiversidade". 

Há, também, um roteiro para conhecer a pé ou de bicicleta, onde não faltam os muitos vestígios romanos da zona e a incrível paisagem granítica
Além de contribuir para o desenvolvimento local da área, conhecer o Chão do Rio tem esta sensação única de que se sai sempre a ganhar, e eu não posso sair mais vitoriosa ao partilhar este passeio consigo! Por isso, desfrute e aproveite esta escapadinha de Primavera na nossa Serra!

Veja a galeria em baixo!

Recomendamos