Quando ajudar o outro torna o mundo melhor

Em plena pandemia do coronavírus, muita gente pensa apenas em proteger os seus e é normal, mas há sempre quem precisa de ajuda.
Por: Margarida Moura
partilhar

Em plena pandemia do coronavírus, muita gente pensa apenas em proteger os seus e é normal, mas há sempre quem precisa de ajuda... e quando se ajuda o próximo, o mundo torna-se melhor.
 
Duas crianças, da cidade italiana de Montevarchi, ficaram sozinhas em casa depois da avó ter morrido com coronavírus e a mãe ter sido hospitalizada. Mas não ficaram sozinhas por muito tempo.
 
A comunidade da cidade de Valdarno de Arezzo, com a Presidente da Câmara, Silvia Chiassai Martini a assumir o papel de tutora temporária, juntou-se para que nada faltasse a estas crianças, mantidas em isolamento social:
 
- no jardim abaixo da casa das crianças, estacionaram uma caravana com um voluntário sempre pronto a ajudar;


- as comunicações eram feitas através da janela, e as miúdas foram alimentadas, ajudadas e mimadas pela comunidade que não quis que se sentissem sozinhas;


- um dos pedidos mais frequentes das crianças foi "chocolate".
 
A mãe está a melhorar e vai voltar para casa em breve.

Recomendamos