Tipos de pais nas reuniões da escola

Em época de Regresso às Aulas, a Susana Romana trouxe-nos os tipos de pais nas reuniões!
Por: Susana Romana
partilhar

O meu pouco contacto com outros progenitores da turma do meu filho tem sido apenas à entrada da escola quando vou buscar o mmdeu rebento. E claro, há de tudo. Há pais muito simpáticos, há pais simplesmente muito cansados e há pais que eu não me admiraria se os filhos deles acabarem sociopatas com direito a parangonas no Correio da Manhã. Resolvi categorizar os tipos de pais mais comuns neste tipo de agregação periódica. A saber:

- O Virgem Maria: são os pais que estão convencidos de que deram à luz Jesus Cristo, redentor e salvador de todos nós, pelo que todos os outros (professores, auxiliares, coleguinhas) devem prestar devoção a uma criança tão perfeita. São regra geral os pais que monopolizam todas as reuniões, festas de natal ou ajuntamentos de maneira geral a querer falar sobre o seu filho, que está nesse momento a tentar encafuar um pónei de plasticina na narina. A professora está muitas vezes a falar de coisas importantes para todos, como o tipo de avaliação ou as regras por causa da pandemia, e estes pais estão a interromper de dois em dois segundos com coisas que só lhe dizem respeito a eles. Como: “alguma das auxiliares sabe tocar a música da Carmina Burana num xilofone? É que o nosso Acácio faz cocó muito melhor se estiver a ouvir Carmina Burana em xilofone”.

- O Hippie: são os pais contra tudo o que lhes cheira a escola mainstream. A comida tem de ser vegan, sem glúten e cozida em fornos de argila; os miúdos não podem ser avaliados a não ser que seja numa escala de “nuvem cintilante” a “nenúfar idílico”; os brinquedos têm de ser feitos pelos próprios com galhos de nespereira.

- O Workaholic: está na reunião, mas está ao mesmo tempo a mandar um orçamento por mail e a despedir uma pessoa por Zoom. Gosta do seu filho, claro, mas entre se esquecer do puto em casa ou esquecer-se do smartphone, há mais probabilidade de voltar atrás para ir buscar o smartphone.

- O Hooligan: é aquele pai ou mãe que todos nós tememos que, mais cedo ou mais tarde, dê com a cozinha de madeira do IKEA da sala da pré na cabeça do professor que ouse criticar o seu filho. São os gunas da parentalidade. Arranja chatice com tudo e com todos e se calhar um dia vai pegar fogo ao plinto das aulas de ginástica.

- A Competitiva: está sempre a comparar os seus filhos com os outros, seja em relação às notas, à autonomia ou simplesmente serem os melhores a inalar oxigénio e expelir dióxido de carbono. É também a pessoa que inscreve o seu petiz em todas as actividades extracurriculares, do esgrima ao mandarim, passando pela olaria e pela engenharia aeroespacial.

- O Cortinado: ninguém dá por ele nas reuniões. Entra mudo, sai calado e ninguém se apercebeu de foram ou se o Manelinho do 3º B foi criado por geração espontânea. 

Com qual se identifica?

Recomendamos