Ouça a M80, faça o download da App.
Agora Ia de Aguiar da Beira à Golegã
Ana Bernardino
Partilhar

Agora Ia de Aguiar da Beira à Golegã

Ana Bernardino

Míscaros, cavalos e muitas histórias.

Começo pela Casa das Histórias, em Cascais, onde vão ser inauguradas, este sábado, as duas primeiras exposições sobre a obra de Paula Rego, depois da morte da artista. Uma dose dupla dedicada à década de 1970 e que revela obras até aqui inéditas. 

Em Oeiras, “Passa a Palavra, Festa dos 7 ofícios do Narrar” começa na segunda-feira e é dedicado a toda a família. 
A iniciativa é gratuita e promove a narração e os livros, e inclui a leitura de contos, oficinas e espetáculos.  
Este ano conta com 31 sessões de contos, 19 oficinas, 10 conversas com profissionais e 8 espetáculos e 2 residências artísticas. 
Em simultâneo consta do programa poesia, ilustração, escrita, edição, música, marionetas e teatro.  
“Passa a Palavra, Festa dos 7 ofícios do Narrar” começa na segunda-feira e termina no dia 13. 

Deixo também a sugestão de uma visita ao Museu do Azulejo. 
No 1º e 3º domingo do mês a visita é gratuita. A visita começa às 10h30.  
Todos os domingos, a partir das 12h30, há workshops “Pintar um Azulejo”, uma atividade para toda a família. 
É necessária marcação previa para todas as atividades. 

“Et Fest”, o festival que celebra a criação artística emergente, é outra das propostas para os dias 5, 18 e 19 de novembro, Montemor-o-Novo. O “Et Fest” acontece em três estúdios do Espaço do Tempo espalhados pela cidade.  
Hoje temos leituras encenadas com Isabel Costa, e teatro com a peça “Vou falar de ti a toda a gente”, com Francisco Monteiro Lopes e Rodrigo Aleixo. 

Temos o Roteiro do Míscaro, em Aguiar da Beira, distrito da Guarda.  
É lá que pode provar, por exemplo, o saboroso arroz de míscaros combinado com um maravilhoso vinho da região.  

Em Torres Vedras celebra-se o outono e o São Martinho até dia 12. 
As tasquinhas estão de regresso, a música também, e há ainda uma exposição de Máquinas Agrícolas antigas.  

Termino com a secular e famosa Feira da Golegã. Uma feira que atrai milhares de pessoas numa sã convivência com o cavalo. 
Até 13 de novembro podemos assistir a desportos e espetáculos equestres, exposições, palestras e o cortejo dos romeiros de São Martinho. 
Além disso, podemos encontrar tasquinhas, a ginja, a tradicional água-pé e a saborosa castanha assada. 

Partilhar