Ouça a M80, faça o download da App.
Teatro, passeata e neve... muita neve!
Ana Bernardino
Partilhar

Teatro, passeata e neve... muita neve!

Ana Bernardino

Leve luvas, casaco e gorro e divirta-se com as nossas sugestões.

Está de volta ao palco do Teatro Joaquim Benite, em Almada, “Reinar Depois de Morrer”. A história de Pedro e Inês, contada pelo dramaturgo espanhol Luis Velez de Guevara, no século XVII. 
É um Pedro e Inês, olhados do outro lado da fronteira.  José Neves é Pedro, e a Inês é Margarida Vila-Nova. 

Simplesmente “Ruy” ou Ruy de Carvalho. É o nome da peça que está em cena Auditório Taguspark em Oeiras. É uma história de amor, humor e até mesmo histórias para nos emocionar.  É Ruy de Carvalho como nunca o vimos e ouvimos!  Com o carimbo de qualidade da M80. 

E depois do excelente livro O Crime do Padre Amaro,  da adaptação mexicana em 2002, o filme português em 2005 e agora a série que podemos ver na televisão, agora temos o renascer da “Rota histórica do Crime do Padre Amaro” em Leiria.   
No livro há inúmeras referências à cidade e, por isso, faz todo o sentido esta rota pela zona histórica de Leiria durante cerca de uma hora, com paragem nos pontos que surgem no livro como o Largo da Sé, a Praça ou a Casa do Sineiro. As visitas estão marcadas para todos os domingos de 29 de janeiro a 26 de fevereiro , sempre as 11 da manhã, junto à entrada da Praça Rodrigues Lobo, onde se recua a 1870, ano em que o Amaro, o personagem principal da obra, foi renomeado pároco da Sé e onde Eça de Queirós descreve as pessoas que frequentavam a Praça de S. Martinho. 

No Porto,  este fim de semana “Cantam-se as Janeiras” nas ruas da Invicta. A iniciativa inicialmente marcada para 7 janeiro foi adiada por causa do mau tempo. O evento regressa em dose dupla: sábado e domingo, a partir das 15h30.  
No sábado, depois de passearem por várias ruas, terminam junto à porta principal do Mercado do Bolhão. No domingo terminam no átrio da Estação de São Bento. 

A terminar nota para a Feira de Montalegre que termina este domingo. Estão à venda 40 toneladas de alheiras, salpicão, chouriças e presunto. 
E não falta pão, licores, mel, compotas e neve! 
 

Partilhar