Redação
04 maio 2021, 11:08
Partilhar

Covid-19: Festival de Roskilde cancelado

LEKFELDT THOMAS (Associated Press) - arquivo de 2011
Pelo segundo ano seguido este grande evento europeu não acontece.

O Festival de Roskilde anunciou o cancelamento da edição deste ano, devido à instabilidade sanitária que se vive ainda por causa da pandemia da covid-19.

A organização do festival dinamarquês anunciou nas redes sociais que estão "devastados pelo facto de não podemos juntar novamente", depois do cancelamento do evento no ano passado, pelos mesmos motivos sanitários. 

Em 50 anos de história daquele que é um dos maiores festivais de música de verão do mundo, nunca tinha sido cancelada qualquer edição até 2019. Com esta anulação da segunda edição seguida, o Festival de Roskilde vive um jejum inédito.

A organização do Festival de Roskilde promete o regresso em 2022, no comunicado que publicou hoje nas redes sociais.

O Festival de Roskilde localiza-se num meio rural da ilha de Zelândia, a 30 quilómetros de Copenhaga. Ao longo de muitos anos, a deslocação ao Festival de Roskilde tornou-se um hábito enraizado na juventude dos países nórdicos (não só na Dinamarca, como na Suécia, Noruega e Finlândia), que se alargou a outros povos europeus.

Atraindo, em média, 130 mil festivaleiros por edição, o Festival de Roskilde foi tendo um percurso ascendente ao longo de 50 anos, sempre com cartazes internacionais bastante fortes, desde 1971. Atuaram no festival nomes como os Kinks (em 1972), os Fairport Convention (em 1973), Bob Marley (em 1978), os U2 (em 1983), Bob Dylan, R.E.M., Nirvana, Peter Gabriel, INXS, Bruce Springsteen, Red Hot Chili Peppers, Björk, David Bowie, entre muitos, muitos outros.