A m80 em Direto

07h às 11h
Redação
25 outubro 2021, 12:24
Partilhar

Björk faz álbum para ser dançado no quarto

Partilhar
Martin Mejia (Associated Press) - arquivo de 2007
Redação
25 outubro 2021, 12:24
Cantora sentiu-se espevitada com estes períodos de confinamento pandémico da covid-19.

Em entrevista à rede pública de televisão e rádios da Islândia, RÚV, Björk falou do seu próximo álbum como um disco que funciona como uma discoteca no quarto. "A maioria das músicas que fiz tem 80 a 90 batidas por minuto e há uma razão um tanto enfadonha para isso, é que eu ando sempre nessa velocidade”, declarou a cantora nórdica, que não lança um longa-duração de originais desde 2017 ("Utopia" continua a ser o seu último álbum).

Björk comparou o som do próximo álbum (ainda sem título ou data de edição divulgados) "ao homem a abanar a cabeça, que depois se senta e toma mais um copo de vinho tinto, enquanto já estão todos em casa, contentes com as danças e com tudo". 

Ao contrário de muitos humanos, o período de confinamentos por causa da pandemia do novo coronavírus foi benéfico para o ânimo da estrela indie islandesa. "Nunca tive um período tão maravilhoso como estes dezoito meses no covid. Acordar todos os dias na minha cama, sempre tão surpresa e com os pés no chão e calma. Não me sinto tão espevitada desde os meus dezasseis anos de idade", diz a autora de álbuns como "Debut" (de 1993) e "Post" (de 1995).

Björk regressou recentemente aos palcos, após quase dois anos de hiato ao vivo, com vários espetáculos na sala maior do Harpa, em Reiquejavique, na Islândia. Estes espetáculos têm sido transmitidos em livestream, no site oficial do Harpa. Björk tem sido acompanhada por uma orquestra islandesa. A cantora tem alterado significativamente os alinhamentos de atuação para atuação no Harpa, visitando de forma muito flexível os temas dos vários discos da sua obra.

Björk tem concertos pontuais marcados para o próximo ano, em cinco cidades (São Francisco, Los Angeles, Moscovo, Helsínquia e Berlim) e no Bluedot Festival, na região de Cheshire, no nordeste de Inglaterra.

 

Partilhar