A m80 em Direto

07h às 11h
Redação
14 janeiro 2022, 16:48
Partilhar

Elvis Costello e Cat Power nos lançamentos da semana

Partilhar
DR
Redação
14 janeiro 2022, 16:48
Versões de Billie Holiday, dos Pogues ou de Iggy Pop compõem o novo disco de Cat Power.
O histórico músico Elvis Costello voltou a ser um pós-punk. Depois do álbum de versões em castelhano do seminal This Year's Model (lançado primeiramente em 1978 na língua inglesa), o cantor renova os seus ímpetos de fera rock em "The Boy Named If", o álbum suado e frenético que gravou com a sua banda, os Imposters. Se quisermos, "The Boy Named If" pode ser nosso desde hoje.  
 
 
Cat Power volta a fazer um álbum de versões por inteiro, mais de vinte anos depois de "The Covers Record". O disco tem um título muito simples e parecido, "Covers", e está desde esta sexta-feira ao dispor do público nos vários formatos. Além de grande intérprete, Chan Marshall (o seu verdadeiro nome) é uma grande recriadora, dando nova vida a canções de Nick Cave, dos Pogues, de Lana Del Rey, de Iggy Pop, ou, muito ao seu jeito intimista, de Billie Holiday.   
 
 
  
Sai hoje a primeira mixtape da carreira de FKA Twigs, "Caprisongs". A artista inglesa de 33 anos volta a dar reviravoltas surpreendentes ao seu r&b mais eletrónico. Alguns convidados entram nas suas aventuras sensoriais, como Pa Salieu, Jorja Smith ou The Weeknd... FKA Twigs não é modesta nos trunfos que joga. 
 
 
  
A recente paternidade e os efeitos da pandemia da covid-19 foram dois dos factores que mobilizaram o rapper norte-americano Earl Sweatshirt para o seu quarto álbum, "Sick!", que é lançado no final desta semana. O disco está já inflamar aclamações na crítica. O ano ainda mal começou mas o hip hop de 2022 dificilmente vai passar ao lado da nova obra de Earl Sweatshirt. 
 
 
 
Os Lumineers são folk-rockers mas o seu álbum hoje editado "Brightside" é bem mais rock que folk. Este agregado bem vivo de nove canções pede palco, algo de que o vocalista e guitarrista Wesley Schultz e o multi-instrumentista Jeremiah Fraites estão mortinhos por voltar a pisar. A digressão europeia é, aliás, já em fevereiro e passa aqui bem perto, na cidade de Madrid. 
 
 
 
Hoje saem também os novos álbuns dos Wombats, "Fix Yourself, Not the World", dos Blood Red Shoes, "Ghosts on Tape", de Bonobo, "Fragments", e ainda, apenas no formato digital, a compilação dos indies Broken Social Scene, "Old Dead Young: B Sides & Rarities". 
 
 
  
Na próxima segunda-feira, o famoso produtor Mário Barreiros (que trabalhou com Pedro Abrunhosa, Jorge Palma, Rui Veloso ou os Ornatos Violeta) volta à sua condição de baterista de jazz ao pôr cá fora o disco "Dois Quartetos Sobre o Mar". No início da próxima semana, publicamos a nossa entrevista ao músico nortenho, a propósito deste disco, onde participam, entre outros, o saxofonista Ricardo Toscano ou o contrabaixista Carlos Barretto.   
 
 
 
Partilhar