Ouça a M80, faça o download da App.
Redação
23 setembro 2022, 16:32
Partilhar

'Volta Que Eu Aguento' é a canção que junta João Só a Carolina de Deus

Partilhar
João Só: DR Carolina de Deus: Cortesia Think Out Loud
Redação
23 setembro 2022, 16:32
É o segundo single do disco de duetos que João Só está a preparar para lançar ainda este ano.

João Só mostrou mais uma faixa do disco de duetos que está a preparar para lançar em outubro. 'Volta Que Eu Aguento', que canta ao lado de Carolina de Deus, é o segundo single e sucessor de 'Eu Não', que o músico partilhou com Bárbara Tinoco. 

Sobre este novo single, João Só diz em comunicado: "'Volta Que Eu Aguento' fala dos avanços e recuos de uma relação e, de certa forma, é um apelo para olhar para dentro, mergulhar no subconsciente até poder regressar em pleno. Mesmo quando estamos no mesmo quarto, na mesma casa ou na mesma vida, às vezes precisamos de sair e desligar para voltar descobrir com tempo, todo o tempo, os mundos e os caminhos todos que existem na nossa cabeça e no nosso coração".

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by JOÃO SÓ (@joao.so.insta)

 

Ambas as canções e as restantes que fazem parte desta homenagem de João Só às mulheres vão ser apresentadas ao vivo, com atuações especiais marcadas para 17 de novembro, no Salão Atlântico, no Casino Espinho, e 23 do mesmo mês, no Salão Preto e Prata, no Casino Estoril

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by JOÃO SÓ (@joao.so.insta)

 

Bárbara Tinoco, Nena, Carolina de Deus, Joana Almeirante e Ana Mariano são as mulheres que vão subir ao palco com o cantor, compositor e produtor.

"Um self-made man nunca o é. É na complementaridade que existe entre os homens e as mulheres que eu recolho tão bons exemplos que tenho na minha vida. Desde a minha educação, passando pelo meu lado artístico até à realização do sonho de construir uma família. Tudo isto seria mais pobre sem as mulheres de várias gerações que vão acrescentando valor à minha vida. Hoje em dia cada vez se fala mais no papel da mulher na nossa sociedade e na discrepância que ainda existe nos direitos e deveres entre os homens e as mulheres. Neste sentido, este projeto surge como uma homenagem às mulheres. Nunca estaria onde estou se só estivesse rodeado de homens", declarou João Só, em comunicado de imprensa, quando anunciou o projeto.


 

Partilhar