Clã Schmeichel dá que falar na Dinamarca

A imagem de Peter a vibrar com as defesas de Kasper emocionou a comunidade futebolística.
2 jul 2018
Paulo Rico
Mundial

É uma das imagens deste domingo, no Mundial da Rússia: Peter Schmeichel, 54 anos, um dos maiores símbolos do futebol dinamarquês, campeão europeu em 1992 e mais de 100 jogos pelo país, vibrou com o filho, Kasper, de 31 anos, igualmente guarda redes, a defender um penalty de Modric, no prolongamento. 

 

O orgulho do pai a ver o filho salvar (naquele momento) uma nação, está presente na imagem de Peter Schmeichel, nas bancadas de Nizhny Novgorod... ainda que mais tarde, mesmo voltando a defender penaltys, Kasper foi insuficiente para dar o apuramento à Dinamarca perante a Croácia.

 

Para muitos portugueses, as primeiras recordações de Kasper Schmeichel são as de um menino, sentado na baliza, a ver os treinos do pai, no Sporting, entre 1999 e 2001. Tinha pouco mais de 10 anos e foi nessa altura que apareceu o seu primeiro clube: o Estoril! Depois de duas épocas na camadas jovens do clube da linha, Kasper foi com o pai para Inglaterra e jogou no Manchester City, até se tornar profissional. A carreira de Kasper, enquanto sénior, começou discreta (Bury, Falkirk, Notts County e Leeds) antes de chegar a Leicester, onde foi campeão inglês!

 

Agora, tal como o pai, é titular da seleção, figura na Dinamarca... mas ambos recusam fazer, publicamente, comparações!