A m80 em Direto

07h às 11h
Redação
11 junho 2021, 14:41
Partilhar

Alguns dos anúncios mais icónicos de apoio à seleção

Partilhar
Youtube
Redação
11 junho 2021, 14:41
"Não Somos 11, Somos 11 Milhões", "Portugal precisa de ti" e "Leva Portugal a Peito" são alguns dos anúncios que ficaram marcados para a história.

São vários os anúncios de apoio à seleção que ficaram guardados na nossa memória, quer pelos slogans quer pelas músicas contagiantes.

Em 2004, ano em que Portugal organizou o Europeu de Futebol, o hino 'Menos Ais' contagiou tanto os adeptos como os jogadores. A letra desta música apela aos portugueses para se deixarem de desculpas ("Menos Ais") e ganharem o campeonato de uma vez por todas. Neste ano, a seleção portuguesa ficou em 2º lugar ao perder com a Grécia por 1-0 na final.

O ex-futebolista Luís Figo aparece em alguns segundos no anúncio a cantar o refrão da música.

 

O anúncio de 2012 "Sagres Somos Seleção" protagonizado por Paulo Bento, treinador e ex-futebolista português, ficou na memória dos portugueses principalmente pelo ritmo da música, que transmite força e garra à seleção. O apoio a Portugal vem de todos os lados do país tal como diz a letra da música "Somos de norte a sul/ Somos nação valente/ Somos conquistadores/ Somos de toda a gente/E somos nós”.

 

 

A campanha de 2016 de apoio à seleção protagonizada por Ricardo Araújo Pereira tinha como objetivo mobilizar todos os portugueses para apoiarem Portugal ("homens e mulheres deste país precisamos de cada um de vocês") através do apelo "Portugal precisa de ti". 

 

 

O anúncio "Fome de Vencer" de 2016 fala sobre a vontade de ver a seleção portuguesa vencer o Europeu ("esta fome não se mata, alimenta-se"). Neste ano, Portugal ganhou à França por 1-0 na final e tornou-se campeão europeu pela primeira vez.

 

 

Em 2016, a música de Pedro Abrunhosa 'Tudo o que eu te dou' transformou-se num cântico de incentivo a Portugal, com o lema "Não Somos 11, Somos 11 Milhões". O anúncio mostra um jovem a andar de mota com uma corrente de cachecóis, que estão a ser atados por várias pessoas. No fim, o rapaz chega a França e ata a corrente de cachecóis ao cachecol do treinador da seleção portuguesa Fernando Santos. Frases como: "somos mais fortes/coragem, ambição/voamos mais alto/o meu nome é seleção" são ouvidas nesta canção de apoio.

 

 

Em 2018, a campanha “Leva Portugal a Peito” deu fama à expressão “Meh!", que é levada de boca em boca aos sítios mais improváveis. Para este anúncio foram convidadas várias personalidades como o chefe José Avillez, o músico Salvador Sobral, o capitão da seleção nacional de futebol de praia, Madjer, os jogadores Rui Patrício e William Carvalho, entre outras caras conhecidas.

 

 

Partilhar