Ouça a M80, faça o download da App.
Redação
02 maio 2022, 19:30
Partilhar

Clássica Famel XF-17 está de volta, mas agora é 100% elétrica

Partilhar
DR
Redação
02 maio 2022, 19:30
É uma homenagem ao modelo Famel XF-17 e dentro de poucos dias vai ser revelada ao público na Expomoto.

"É portuguesa, é elétrica e é o revisitar de um clássico, a nova Famel E-XF será finalmente revelada a 5 de maio", na Expomoto, em Matosinhos, revela a marca através de um comunicado enviado às redações.

Muitos ainda se lembram do clássico modelo da moto Famel XF-17, popularmente conhecida por Famel Zündapp (devido ao nome do motor que equipava esta moto) que a partir de 1975 se viria a tornar num objeto de culto para várias gerações, estando ainda na memória de alguns o "rugido" característico que fazia quando o motor era ligado. 

Desta vez, o modelo que vai ser lançado, o E-XF, será 100% eletétrico a pensar nos novos tempos e nas atuais preocupações com o meio ambiente. A marca que produziu a Famel encerrou em 2002, mas foi relançada em 2017 e agora vai apresentar ao público um novo modelo inspirado no clássico XF-17. 

?Foi um processo longo, porque queríamos garantir não só a qualidade do produto final, mas também a fidelidade ao modelo que encantou os fãs da marca durante décadas. Estamos muito satisfeitos com o resultado?, explica Joel Sousa, (re)fundador da Famel.

A nova E-XF tem dois modelos, a Café Racer (que dá para apenas um ocupante) e a Clássica (para dois ocupantes), podendo ambas vir em duas versões, equivalentes a cilindradas de 50 e de 125 centímetros cúbicos, com preços estimados entre os 4.499? e os 5.899?. "O modelo de 50cc tem uma autonomia estimada de 70km (podendo ir aos 120km com uma segunda bateria) ao passo que o de 125cc, com duas baterias, tem autonomia estimada de 120km", explica a marca. 

Os dois modelos, na sua versão 125, têm também a versão exclusiva e limitada de Embaixador, numerada de 1 a 300, com detalhes de design únicos e que serão as primeiras a ser entregues no primeiro trimestre de 2023. A entrega das restantes está prevista para o segundo trimestre do próximo ano. A marca explica ainda que a nova Famel cust a menos de 1? a carregar e demora cinco horas para obter a carga total. 

 

Partilhar