Ouça a M80, faça o download da App.
Redação
26 setembro 2022, 09:24
Partilhar

Rihanna vai ser a estrela do half-time show do Super Bowl

Partilhar
Evan Agostini (Invision/Associated Press)
Redação
26 setembro 2022, 09:24
Momento mediático acontece a 12 de fevereiro, em Glendale, no estado do Arizona.

Ao fim de cinco sem atuar, Rihanna vai fazer um regresso ao vivo à grande escala mediática, como cabeça-de-cartaz do half-time show do Super Bowl, a 12 de fevereiro de 2023. A final da liga de futebol americano decorre no State Farm Stadium, em Glendale, no estado do Arizona.

Os anúncios de Rihanna e da NFL (National Football League) foram feitos quase em simultâneo nas redes sociais. 

 

Rihanna encontra-se a preparar há muito o seu nono álbum de originais, previsivelmente intitulado "R9". A cantora dos Barbados vive o seu maior hiato discográfico. "Anti", de 2016, continua a ser o seu último álbum. A digressão promocional desse disco, Anti World Tour, foi a última, tendo-se sucedido duas atuações esporádicas, a última das quais na cerimónia dos Grammys de 2018, no Madison Square Garden, em Nova Iorque, onde cantou 'Wild Thoughts', acompanhada por DJ Khaled.

A imprensa norte-americana havia dado conta que a primeira proposta para o half-time show do Super Bowl de 2023 havia sido feita a Taylor Swift, que terá recusado devido à sua envolvência noutros projetos.

Por causa da controvérsia do protesto do jogador da NFL, Colin Kaepernick, contra a injustiça racial, Rihanna havia recusado por dois anos seguidos o convite para atuar no half-time show do Super Bowl, em 2018 e 2019.

Os últimos anos de Rihanna têm sido mais dedicados à vida empresarial dos cosméticos, que tem feito da cantora de 34 anos uma das celebridades mais ricas do mundo.  

Partilhar